17 setembro, 2009

Esperando a hora de dormir...


Olha, faz tempo que eu num me sentia “bobo” assim, mas... É a vida. Como se estivesse dormindo e não tivesse a menor vontade de acordar.
E quer saber? Tô mais é adorando isso! É bom demais. Como diz outro samba “Não tiro você da lembrança, não tiro o seu nome da boca”. É assim que eu ando, por causa de você.
Foi chegando de mansinho, assim como quem não quer nada e quando vi, já estava entregue aos seus encantos (que aliás não são poucos). Um sorriso, uma cervejinha, um papo gostoso... depois uma festa e logo mais um espetáculo teatral e pronto! Como disse Vinícius (sim! Eu adoro parafrasear o poetinha) “Quem poderia dizer que Orfeu, Orfeu cujo violão é a vida da cidade,... ...que ele, Orfeu, ficasse assim rendido aos teus encantos?” Pois foi bem o que aconteceu. E que sofrimento que foi esse feriado! E eis que no rádio, viva a Rádio Cultura AM, um samba da Rosa Passos que diz “Nem um samba me levanta com você longe de mim”. É isso! Era assim que eu tava! Toquei direto, mas e daí... não tinha o meu sorriso quando eu olhava pro lado, nem meu abraço, nem meu beijo, nem nada. E no final do mesmo samba eu imploro “Nunca mais me faça isso, nunca mais me deixe assim.” Duas semanas inteirinhas “com você longe de mim” Mudei um pouquinho pra ficar mais real.
Mas aí o telefone tocou. E eu tive que acordar! Que coisa... Acordei meio atordoado e tal. Passei um tempo “acordado” e num impulso, consegui tirar um cochilinho no domingo.
Agora vou esperando ansiosamente chegar a hora de dormir de novo. Pra dormir e sonhar até não poder mais. E só de birra, mais Vinícius ;0)
“Que seja eterno enquanto dure.”
Quel, um beijinho pra vc.

Um comentário:

Raquel Costa disse...

Ai que sono...Vamo drumi muito?
hehehe
Beijo,bonito.