30 março, 2009

Viva a páscoa! Só porque ganhamos chocolates!

Um post em homenagem à páscoa. Mais uma daquelas dúvidas loucas que ninguém explica e é melhor ficar assim mesmo. hahha Eu tb me confundi, mas o homi num ressucitou no domingo de páscoa?
Esse texto é creditado ao Luís Fernando Veríssimo, mas como não sei se é mesmo dele, deixo em branco. Adorei!


- Papai, o que é Páscoa?
- Ora, Páscoa é... bem.... é uma festa religiosa!
- Igual ao Natal?
- É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressureição.
- Ressurreição?
- É, ressurreição. Marta, vem cá!
- Sim?
- Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.
- Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?
- Mais ou menos... Mamãe, Jesus era um coelho?
- O que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino foi batizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola? Deus me perdoe! Amanhã mesmo vou matricular esse moleque no catecismo!
- Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus ?
- É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.
- O Espírito Santo também é Deus?
- É sim.
- E Minas Gerais?
- Sacrilégio!!!
- É por isso que a ilha de Trindade fica perto do Espírito Santo?
- Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar no catecismo a professora explica tudinho!
- Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa ?
- Eu sei lá! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.
- Coelho bota ovo?
- Chega! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais!
- Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?
- Era... era melhor,sim... ou então urubu.
- Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né?
- Que dia ele morreu ?
- Isso eu sei: na Sexta-feira Santa.
- Que dia e que mês?
- (???) Sabe que eu nunca pensei nisso? Eu só aprendi que ele morreu na Sexta-feira Santa e ressucitou três dias depois, no Sabado de Aleluia.
- Um dia depois!
- Não três dias depois.
- Então morreu na Quarta-feira.
- Não, morreu na Sexta-feira Santa... ou terá sido na Quarta-feira de Cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde! Morreu na Sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois! Como? Pergunte à sua professora de catecismo!
- Papai, porque amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua ?
- É que hoje é Sabado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.
- O Judas traiu Jesus no Sábado?
- Claro que não! Se Jesus morreu na Sexta !!!
- Então por que eles não malham o Judas no dia certo?
- Ui...
- Papai, qual era o sobrenome de Jesus?
- Cristo. Jesus Cristo.
- Só?
- Que eu saiba sim, por quê?
- Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?
- Ai coitada!
- Coitada de quem?
- Da sua professora de catecismo!

04 março, 2009

Bom dia Campo de novo!

Tô virando sócio do programa! Se num fosse a encrenca de acordar cedo pacas pra chegar lá na hora eu até viraria. Mas vamo combiná! 7 da manhã pra gravar um programa derruba o pião! Essa cara que eu tô no vídeo é de puro sono. Juro hahahah Mas o programa é muito bacana, o Sandro é gente boa pacas, a equipe é 10, enfim... repito a dose quantas vezes forem necessárias! Eles só podiam mudar aquela cadeira que gira hahaha, mas de boa. Volto assim que for chamado.
Aqui fica o vídeo do programa que foi ao ar hoje (04/03). É uma pena que a última música, o clip que encerra o programa não está no site, mas vamos ver se alguém gravou.
Abraços e beijos

02 março, 2009

Não tem placa de bronze, não fica na história...


Mas fica nos nossos corações, com certeza! Hoje tinha tudo pra ser um dia normal com estudo, e-mails, arranjos e tal... mas desde sábado havia alguma coisa no ar. A Lu pescou antes de todos.
Hoje, segunda-feira, 02 de março de 2008, se tornou um dia dos mais tristes para muitos que todos os sábados compartilhava da felicidade e do empenho de um homem em propagar a cultura do nosso país. Os sábados na General Osório não serao mais os mesmos. Como será chegar lá e não encontrar aquela figura tão querida, que recebia a todos, todos mesmo com a alegria de quem revê um amigo, um parente querido mesmo que essa pessoa esteja indo pela primeira vez lá. Como será não ter aquele semblante de satisfação ao lado da roda de choro a cada choro executado pelos habituais músicos presentes sob a "batuta" do grande Arnaldinho? Não vai ser a mesma coisa ficar em pé na sala quente e desconfortável porque alguma coisa estará faltando!
Sr. Miguel nos deixou hoje. Um cara que ficava radiante de ver sua loja cheia, não de compradores (que aliás, a maioria deles nunca respeitava o que acontecia na sala Evandro do Bandolim) mas sim de pessoas que saíam de suas casas de manhã e se amontoavam nos bancos de madeira e contemplavam atentamente o mais significativo e lindo gênero musical que, graças a esse homem, começou a ter mais espaços por aí. Antes de cair no "gosto geral" só se fazia roda de choro lá, na Del Vecchio e no Bom Motivo (que deixou de ser um bom motivo faz tempo). Como diz o samba, número baixo é aquele que teve coragem de ser pioneiro e sair na frente. E "quem estamos" aqui agora temos que respeitar números baixos como o Sr. Miguel.
Eu gostaria de agradecer a ele pessoalmente, mas não deu tempo.
Espero que a roda continue lá, apesar dos meus desentendimentos com alguns frequentadores da antiga. Coisas assim acabam rápido se não defendermos nossos ideais.
Com tristeza, me vou...


Na foto lá em cima, nosso querido, ao lado do eterno mestre Jamelão.