11 novembro, 2008

Segundo dia... e nada de mala


Segundo dia aqui em Portugal. Ainda moro em Almada, mas isso vai mudar.
Hoje me lembrei muito do meu amigo Álvaro Henrique e seu genial "auxílio-mané" nos orçamentos internacionais. Realmente muito bom.
Enfim. Acordei cedo pra tirar a grana e pagar o quarto onde estou. Bom quarto aliás. Jurava que tinha colocado uma senha, mas jurei errado. Fiz merda e travei a porra do cartão! Jumento, não? Continuei a desbravar a avenida onde moro. Muito bacana muitas pastelarias e padarias (aqui, a pesar do nome, são a mesmíssima coisa). Ah!!! Lembram do tal benjamin que não consegui comprar no tal shopping? ACHEI! Aqui do lado de casa! perfeito! quanta felicidade! Mas ainda tinha que resolver a questao do cartão antes de ir pra casa de novo. Pior que usar o telefone aqui é achar um telefone público! Meu Deus, nao tem! Não existem orelhões. Você entra nos estabelecimentos comerciais e pergunta se tem telefone público, é mole? Enfim, não conegui ligar pro número gratuito. Pelamor! Mas achei um lugar que tem internet grátis! Resolvi entrar e curtir um pouco. Peguei os telefones que precisava no site do cartão e lá fui eu aprender a ligar à cobrar daqui pro Brasil (recomendação do próprio cartão). Consegui! E a mocinha com voz bonita do outro lado do oceano, me fala que eu travei o cartão por excesso de tentaivas com a senha errada. Pô, mas eu jurava que estava certa! Enfim, amanhã lá vou eu tirar a grana porque tenho que pagar a moça tão bacana que me hospedou aqui.
Daí voltei pra cá, fiquei aqui na NET até dar a hora que a Cristina ia passar aqui pra me mostrar um pouco de Lisboa. Num é que o cara do aeroporto chegou com meu violão??? Meu lindo violão! Nossa, me encheu de esperança de achar minha mala.
Fui pra Lisboa! Nossa! Aquilo é vida! Agito, um monte de gente na rua e tal... muito bacana! E a cidade respira arte e história! É um monte de castelo, mosteiro, estátuas, monumentos e todo o resto. QUERO IR PRA LÁ!!! Amanhã vou lá de novo.
Daí voltei pra cá e dei mais uma cochilada. Agora to escrevendo isso.
Ah! esqueci de porque lembrei do Álvaro! Ele me contou que foi falar no telefone e tal... num é que rolou comigo???
Coloquei 70 contavos de euro na bosta do telefone e gastei só 50. Ele não me devolveu minha moeda!!! Ladrão! Se eu além desses 20, não tivesse pego o autocarro ,ônibus em português (hahaha essa foi especialmente pra Cristina), quando cheguei já tinha economizado uns 1,50 Euros hehehe.
Um dia terei cacife pra colocar o "auxílio-mané" em meus orçamentos.
Até amanhã

Nenhum comentário: